Influenciadores autistas: 8 nomes para você conhecer que ajudam a entender o autismo

Todo dia é dia de abrir os olhos para novos saberes e possibilidades de vida. 

Ainda há muito preconceito em relação ao Transtorno do Espectro Autista (TEA), uma condição relacionada ao desenvolvimento do cérebro que afeta a forma como uma pessoa percebe o mundo e se socializa.

Sendo assim, é muito importante conhecer as múltiplas possibilidades que também fazem parte das vidas de pessoas com TEA. Pensando nesse caminho, listamos alguns influenciadores autistas para você conhecer que ajudam a entender mais sobre o autismo.

 Então, vamos conhecer alguns desses nomes? 😊

Nicolas Brito Sales

Fotógrafo, escritor e palestrante. Nicolas conta com o apoio da mãe, Anita, para gerenciar seu perfil no Instagram. 

Nele, ambos contam sobre o desenvolvimento de Nicolas em relação à comunicação e à seletividade alimentar, ações muito importantes para pessoas com autismo.

Selma Sueli Silva e Sophia Mendonça

Diagnosticada com TEA em 2016, a jornalista e escritora Selma Sueli Silva mantém o canal “O Mundo Autista” com a parceria da filha, Sophia Mendonça, uma mulher trans também autista.

No livro “Minha Vida de Trás pra Frente”, Selma, que só foi diagnosticada aos 53 anos, relembra a sua trajetória pessoal e profissional na comunicação pelo ponto de vista crítico de que se descobriu autista na idade adulta.

Além de “Minha Vida de Trás pra Frente”, ela também assina “Dez Anos Depois” (2018), “Camaleônicos” (2019) e “Autismo no Feminino” (2022).

Greta Thunberg

A ativista sueca Greta Tintin Eleonora Ernman Thunberg, de 19 anos, talvez seja a pessoa dentro do espectro autista mais famosa do mundo. Ela é uma liderança do movimento “Fridays for Future”, que defende o clima.

Diagnosticada com Síndrome de Asperger (que está no espectro autista), Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, Transtorno Obsessivo-compulsivo e Mutismo Seletivo, Greta considera que “ser diferente é um superpoder”.

Inclusive, já mencionamos Greta aqui, mas vale reforçar, não é mesmo?

Tio Faso

Autista, designer e ativista. Fábio Sousa, criador de “monstros fofos”, da página “Se Eu Falar Não Sai Direito” e do canal homônimo no YouTube, é ativista na conscientização do autismo desde que recebeu o diagnóstico, em 2018.

Tio Faso, como é conhecido, debate temas que misturam racismo e capacitismo nas redes sociais. Ele conta como é conviver diariamente com suas questões pessoais e com o preconceito da sociedade.

Luciana Viegas

Luciana Viegas é uma autista autodiagnosticada e mãe de duas crianças, uma delas um garoto autista não verbal. Ela faz parte da Abraça (Associação Brasileira para Ação por Direitos das Pessoas Autistas) e é idealizadora do movimento #VidasNegrasComDeficienciaImportam.

Luciana discute a interseção entre racismo e capacitismo e como isso afeta a oferta de acompanhamento da saúde das pessoas negras.

Julyana Maia

Neurobióloga, lésbica e autista, Julyana Maia, de 24 anos, revela suas experiências pessoais e trata de autismo e sexualidade.

Por meio de outros influenciadores, ela percebeu que poderia ser autista. Por isso, seu diagnóstico foi tardio, aos 22 anos. A partir daí, ela mudou de vida e criou o canal Atipicamente, no YouTube, e perfis no Instagram, TikTok e Kwai.

Fernando Murilo Bonato

Fernando compartilha no Instagram, com o apoio de sua mãe, o seu dia a dia e sua paixão por esportes.

Além disso, é autor dos livros ” Você pode ser o que quiser” e “Tudo pode se transformar quando se tem coragem”. Muito legal, né?

Daniela Freitas

Diagnosticada com autismo em 2017, aos 42 anos, Daniela Sales divide no Instagram mensagens que vão de memes divertidos a dicas para desenvolver o autoconhecimento e melhorar a saúde mental.

Ali também divulga seus vídeos do YouTube, em que discute com mais profundidade temas que afetam o cotidiano de adultos com autismo. Sexo, relacionamento, emprego, sinais do autismo nos adultos e medicamentos fazem parte da extensa lista.

 

Gostaram de conhecer alguns dos influenciadores autistas? Deixamos aqui também um convite para acessar outro artigo aqui no nosso blog para complementar essa leitura: Autismo e o que é ser normal? 10 personalidades autistas para desfazer o preconceito.

Até o próximo! 🙂

 

Fontes:

Autismo e Realidade

Catraca Livre

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on tumblr
Tumblr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *